Caracterização da contaminação por metais pesados em área de mangüezal, Município de Santos (SP)

  • Janaina Mara Fortunato Universidade de São Paulo; Instituto de Geociências
  • Raphael Hypolito Universidade de São Paulo; Instituto de Geociências
  • Claudia Lucia Moura Universidade de São Paulo; Instituto de Geociências
  • Silvia Cremonez Nascimento Universidade de São Paulo; Instituto de Geociências
Palavras-chave: Metais pesados, manguezal, aterro, Santos.

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo caracterizar a contaminação do solo e das águas subterrâneas e superficiais por metais pesados em uma área de manguezal em Santos (SP), utilizada como local de descarte de resíduos das atividades portuárias por mais de 50 anos. Análises químicas do solo e das águas coletados no local de estudo indicaram que as concentrações de ions de metais pesados (Pb, Zn, Cu, Ni) encontram-se acima dos valores de referência de qualidade da CETESB. O elevado teor de matéria orgânica do manguezal deve ser o principal responsável pela fixação iônica dos metais no solo. Análises químicas do liquido percolado do aterro, coletado em lagoa próxima, também indicaram a presença de Pb2+ em quantidades elevadas. Extrações de metais do solo com água (fase solúvel) e HNO3 (fases solúvel e adsorvida) indicam a lixiviação desses ions sob condições especificas, o que pode intensificar a dispersão desses contaminantes no ambiente.
Publicado
01-06-2012
Seção
não definida