Remoção de metais pesados em solução por zeólitas naturais: revisão crítica

  • Mirian Chieko Shinzato Universidade Federal de São Paulo
Palavras-chave: Zeólitas naturais, Adsorção, Troca iônica, Metais pesados.

Resumo

Nesta síntese são discutidos os resultados de trabalhos publicados nos últimos anos referentes à aplicação das zeólitas naturais na remoção de metais pesados em solução. A seqüência de seletividade iônica, bem como os parâmetros associados à eficiência de adsorção e capacidade de troca catiônica (CTC), estão inteiramente relacionados à estrutura cristalina das zeólitas e às características químicas dos íons encontrados em solução. Cabe ressaltar que, algumas variáveis externas como temperatura, pH e concentração iônica inicial podem interferir no processo de remoção de metais, assim como na seqüência de seletividade iônica. De forma geral, íons com menor energia de hidratação possuem maior preferência pelos sítios de troca disponíveis nas estruturas das zeólitas. A eficiência de remoção de íons de maior energia de hidratação, por sua vez, pode ser controlada pela sua concentração na solução: quanto menor, melhor. Verifica-se, portanto, que as zeólitas naturais possuem grande potencial de aplicação em tratamentos de efluentes contaminados com metais pesados.
Publicado
01-01-2007
Seção
não definida