Identificação das áreas de recarga de fontes cársticas com o uso do traçador rodamina FWT , área carbonática Lajeado - Bombas, Iporanga, São Paulo

  • Claudio Genthner Angel Geologia e Meio Ambiente
  • José Antonio Ferrari Secretaria do Meio Ambiente; Instituto Geológico
  • Ivo Karmann Universidade de São Paulo; Instituto de Geociências
Palavras-chave: Rodamina, Traçador, Aqüífero cárstico, Carste, Cavernas.

Resumo

Testes qualitativos com o traçador Rodamina FWT foram realizados para identificar a estrutura da drenagem subterrânea e delimitar áreas de recarga de fontes cársticasde um planalto calcário localizado na região sudeste do Estado de São Paulo. É proposto um método para a interpretação dos resultados dos testes qualitativos, com base na intensidade da fluorescência de fundo detectada nos captores de carvão ativado. Os resultados dos testes de conexão entre sumidouros e ressurgências mostraram que pelo menos três sistemas de drenagem subterrânea são responsáveis pela drenagem do planalto: Areias (estrutura convergente), Córrego Fundo (estrutura divergente) e Bombas (estrutura ainda não determinada). Os resultados alcançados mostram que a detecção de conexões hidrológicas com o uso da Rodamina FWT e fluocaptores de carvão ativado é viável no contexto fisiográfico das paisagens cársticas do vale do rio Ribeira de Iguape.
Publicado
01-12-2003
Seção
não definida