Síntese dos conhecimentos e novas concepções sobre a bioestratigrafia do Subgrupo Itararé, Bacia do Paraná, Brasil

  • Setembrino Petri SMA; Instituto Geológico
  • Paulo Alves de Souza SMA; Instituto Geológico

Resumo

Este trabalho constitui-se de uma análise crítica das contribuições paleontológicas publicadas, visando à melhor definição do quadro cronológico e da sucessão bioestratigráfica do Subgrupo ltararé, Bacia do Paraná, Brasil. Esta unidade exibe variadas associações de diferentes fácies, envolvendo depósitos glaciais, periglaciais e provavelmente pós-glaciais (incluindo depósitos marinhos). A análise detalhada da distribuição vertical e lateral dos diferentes táxons sugere idades envolvendo o intervalo compreendido entre o Westphaliano (Carbonífero Superior) e o Kunguriano (Permiano Médio). Observações prévias da mudança da microflora (esporomorfos) entre o Artinskiano e o Kunguriano, com a primeira indicação do surgimento de representantes de florestas no início do Kunguriano, são interpretadas, neste trabalho, como indicativo do fim da glaciação no final do Artinskiano
Publicado
01-12-1993
Seção
não definida