Acritarcas silurianos da Formação Trombetas, bacia do Amazonas

  • Sandra de Fátima Oliveira Universidade de São Paulo; Instituto de Geociências
  • Murilo Rodolfo de Lima Universidade de São Paulo; Instituto de Geociências

Resumo

A análise palinológica de uma amostra procedente da cachoeira do Viramundo, parte inferior do Membro Pitinga, Formação Trombetas, revelou presença de uma palinoflora diversificada e bem preservada. Vinte e três espécies de acritarcas foram identificadas, incluindo algumas com valor estratigráfico, indicativas do intervalo bioestratigráfico correspondente ao Ludloviano. Esta atribuição reforça conclusões obtidas pelos últimos autores que trabalharam na área, apoiando a idéia de contato gradacional entre a Formação Trombetas e a sobrejacente Formação Maecuru. A assembléia foi certamente depositada em um ambiente marinho, nerítico e provavelmente sob condições de salinidade baixa.
Publicado
01-06-1990
Seção
não definida